Devoção do Mês de Junho

Quinto dia

Nobreza e excelência do Coração de Jesus

"Muitas prerrogativas tem o Sagrado Coração de Jesus, que nos dão a conhecer sua excelência nobreza.
O Sagrado Coração de Jesus é animado pela mais bela alma que Deus já tirou dos seus tesouros. Desde o primeiro momento de sua santa aliança, ela comunicou-lhe todas as riquezas da graça e da glória, e deu-lhe movimentos tão generosos, inclinações tão nobres, qualidades tão reais, quem em nenhum outro coração nada há de igual."
"Nenhum existe que nos tenha amado tanto, tenha sentido nossas misérias com tanta ternura, haja concebido desígnios tão grandes e tão vantajosos para nós, e tanto se tenha regozijado com o nosso bem" (Nouet).

"Mesmo quando se vos fechassem os corações de todos os homens, não vos perturbeis, porque o Coração de Jesus vos estará sempre aberto, e ser-nos-á sempre fiel" (Lansperge).

Sim, meu bom Jesus, ainda que os inimigos de minha alma armassem suas legiões contra mim, estando oculto meu coração no Vosso, nada poderia temer; ainda que se travasse combate, minha confiança em vosso Coração far-me-ia sair vitorioso; ainda que eu estivesse com um pé no inferno, esperaria em vosso Coração.

"O Coração de Jesus é santo da santidade do próprio Deus; por isso todos os seus movimentos, suspiros, afeições, pedidos, orações, desejos, segundo a dignidade da pessoa que os opera, tornam-se de preço e valor infinitos. É justo que seja honrado com especial culto, pois assim honramos sua divina Pessoa."
"No Coração de Jesus se fundaram todos os planos de nossa salvação e pelo amor que o abrasa foram executados. A este dulcíssimo Coração devo, bem posso dizer, todas as obrigações particulares, quantas devo a cada parte de seu Corpo, que trabalhou por minha salvação."
"Era o Coração de Jesus que chorava pelos seus olhos o sepulcro de Lázaro, e sobre a cidade de Jersusalém, tristes figuras do mísero estado em que estava o mundo antes de sua Paixão, e ao qual ficará reduzido na consumação dos séculos; era Ele quem publicava por sua boca as verdades evangélicas e nos ensinava o caminho do Céu; era Ele quem curava os enfermos e ressuscitava os mortos com o contato de suas mãos; era Ele quem conduzia os passos, ordenava as viagens deste bom Pastor em busca da ovelha desgarrada; foi Ele quem fez correr aquele suor de sangue de todos os poros de seu Corpo no jardim das Oliveiras, quem empalideceu e tremeu de todos os membros, quem clamou na Cruz com voz tão poderosa que abalou a terra, penetrou os céus onde foi atendido por causa da reverência que lhe é devida. Et exauditus est pro sua reverentia" (Heb, 7) (Nouet).

 

 


Que culto, que amor não devemos, pois, a este Coração, de onde nos vieram todos os bens! Ah, se se apresentasse à vossa veneração o coração de um Agostinho, de um Francisco de Sales, de um Luis Gonzaga, de uma Teresa, quais não seriam nossos transportes de fé e fervor! Eis aqui o Coração de Jesus, que excede a todos esses: ei-lo realmente presente no Sacramento de seu amor; só palpitou e ainda só palpita pela nossa felicidade... ficarmos frios e insensíveis?

Não, Senhor, não! Eu creio, adoro e amo; aumentai-me, porém, a fé e o amor!

Santa Clara não deixava passar um só dia sem saudar o Coração de Jesus, com extraordinário cuidado e diligência; e Deus, para recompensar o fervor de sua humilde serva, nunca deixou de cumular-lhe a alma das mais puras delícias, enquanto ela se empregava nestes santo exercício.

Prática

Imitai Santa Clara, e não deixeis passar um só dia sem honrar o Sagrado Coração de Jesus.

Oração jaculatória

Dormirei e descansarei em paz em vosso Coração, ó Jesus! In pace in idipsum dormiam, et requiescam. (Sl 5,9)

3 vezes:
Divino Coração de Jesus, tende piedade de nós.
Coração Imaculado de Maria, rogai por nós.

Devoção do mês de junho
Devoções