Ajude os sites LeiaMe!
Clique no botão para gerar um boleto com sua contribuição:

Terceira semana da Quaresma
- Terça-feira: dia consagrado à Santa Face dia de rezar pelas famílias dia de devoção aos Santos Anjos

“O desejo de ajudar-nos que tem o nosso Anjo da Guarda é muito maior que o que nós temos de sermos ajudados por ele.”

(São João Bosco)

      São Tomás de Aquino, em sua obra Summa Theologica, explica-nos a hierarquia angélica, dividindo os anjos em nove ordens diferentes, organizadas em três hierarquias:

      Primeira Hierarquia - anjos que estão sempre diante de Deus:

    Serafins - os ardentes, vivem do Amor Divino e comunicam aos outros coros angélicos o fogo do Amor de Deus.

    Querubins - têm uma visão perfeita de Deus e têm consigo a plenitude da ciência, que difundem em todos os outros. Invocamos os Querubins nas tentações contra a fé, a pureza e os escrúpulos.

    Tronos - conhecem em Deus as razões das obras divinas e, por meio deles, Deus decreta seus juízos. Recebem de Deus as ordens para comunicá-las aos outros coros angélicos. Invocamos os Tronos para que esclareçam e iluminem os governantes, bispos e responsáveis por comunidades religiosas e civis.

      Segunda Hierarquia - são iluminados pela primeira hierarquia e têm conhecimento do governo do mundo:

    Dominações - fazem cumprir a Vontade do Senhor entre os coros inferiores e no mundo. Assistem aqueles que se empenham em difundir o reino de Deus: os missionários, superiores religiosos, professores. Pedimos às Dominações pelos hereges, agnósticos, incrédulos, pelas pessoas de outras religiões e pelos católicos pouco fervorosos.

    Virtudes - são administradores das coisas materiais. Velam pela execução da providência divina e a eles estão sujeitos os fenômenos da natureza. Os convertidos são auxiliados pelas Virtudes Celestes para que perseverem no bem. Devemos invocar as Virtudes para melhorar nossa vida espiritual.

    Potestades - vencem o poder dos demônios, debelando as potestades adversas. Removem obstáculos ao cumprimento da Vontade Divina e asseguram a vitória do homem nas tentações. Auxiliam especialmente os sacerdotes.

      Terceira Hierarquia - recebem as ordens divinas de modo a comunicá-las à nossa inteligência.

    Principados - comandam e dirigem os outros anjos. Guardiões das comunidades, governam reinos e povos. Os Principados adoram a Deus presente da Sagrada Eucaristia. Ao se visitar o Santíssimo Sacramento, devemos nos lembrar de invocar o Principado daquela igreja. Os Pastorinhos de Fátima e Santa Faustina tiveram aparições de anjos dessa hierarquia.

    Arcanjos - são príncipes dos anjos. Anunciam grandes acontecimentos e comunicam mistérios da fé. Os Arcanjos são sete. A Sagrada Escritura só nos mostra o nome de três Arcanjos: Miguel, Gabriel e Rafael.

    Anjos - dirigem cada pessoa individualmente. Os Anjos não interferem na livre vontade do homem, mas podem iluminar nossa inteligência. Nosso Anjo da Guarda é o nosso amigo mais próximo e que muito nos ama, e constantemente está nos incitando às boas obras. São muitos os Santos cuja vida foi de impressionante intimidade com seu Anjo da Guarda; para citarmos alguns: Santa Gemma Galgani, São Pio de Pietrelcina, São Tomás de Aquino.

 

      Honremos devidamente os Anjos, aprendendo a doutrina da Igreja a seu respeito e nos afastando de crendices pagãs e ‘simpatias’ supersticiosas, que nada têm a ver com o cristianismo autêntico.

      Invoquemos o auxílio de Nossa Senhora, Rainha dos Anjos:

Augusta Rainha
(indulgência parcial)

Augusta Rainha dos Céus e Senhora dos Anjos,
Vós que recebestes de Deus o poder e a missão
de esmagar a cabeça de Satanás,
humildemente Vos rogamos que envieis as legiões celestes
para que, às Vossas ordens,
persigam e combatam os demônios por toda a parte,
refreando a sua audácia
e precipitando-os no abismo.

Ó bondosa e carinhosa Mãe,
Vós sereis sempre o nosso amor e a nossa esperança.

Ó Divina Mãe, enviai os Santos Anjos em nossa defesa,
afastando para longe de nós o cruel inimigo.

São Miguel e Todos os Santos Anjos,
combatei e rogai por nós.

 

Rezemos também o Terço dos Anjos (Rosário de São Miguel)



Devoções