Ajude os sites LeiaMe!
Clique no botão para gerar um boleto com sua contribuição:

 

Primeira semana da Quaresma
Segunda-feira, dia de orações pelas Almas do Purgatório

“Não nos trateis, Senhor, segundo os nossos pecados, nem nos castigueis segundo o número de nossas maldades.” (Sl 102,10)

Por quê o Purgatório?

Os que morrem na graça e na amizade de Deus, mas não estão completamente purificados, embora tenham garantida a sua salvação eterna, passam, após sua morte, por uma purificação, a fim de obterem a santidade necessária para entrarem na alegria do Céu. (Catecismo da Igreja Católica, nº 1030)

De que vale rezar pelas almas?

    “Encorajo os católicos a rezarem, com fervor, pelos mortos, pelos membros de suas famílias e por todos os irmãos e irmãs falecidos, para que possam obter a remissão das penas devidas a seus pecados e possam ouvir o chamado do Senhor: «Vem, ó minha pobre alma, para o repouso eterno...».
    Eu asseguro aos fiéis que rezarem pelos mortos, pela intercessão de Nossa Senhora, que cordialmente prometo-lhes minha Bênção Apostólica, prazerosamente estendo-a... a todos que rezarem pelas intenções das almas do Purgatório, que tomarem parte na Eucaristia e que oferecerem sacrifícios pelos mortos.” (Papa João Paulo II, 13/09/98)

A oração pelos falecidos é uma obra de misericórdia: pedimos a Deus pelas almas dos que já se foram, que já não podem mais obter méritos por si mesmos.

Aqui, nesta terra, temos o tempo para realizar as boas obras que Deus coloca em nosso caminho para fazermos. É nesta terra que trabalhamos para conquistar a eternidade junto a Deus. Essa realidade é esquecida tão facilmente! Que será de nós diante de Deus, se nos esquecemos dEle a vida inteira?

“No último momento de nossa vida veremos tudo o que pensamos, dissemos e fizemos e o que deveríamos ter pensado, dito e feito, se tivéssemos aproveitado a graça divina... Veremos que efeitos nossas palavras e obras tiveram nos outros. Também nossas boas obras serão severamente julgadas quanto à boa intenção.” (São Clemente M. Hofbauer)

Sacrifiquemos hoje, pelas almas, um momento de frivolidade de nosso dia-a-dia: em vez de vermos aquele programa de TV, antes de abrir a boca para um comentário maldoso, quando alguém nos irritar neste dia, elevemos nosso pensamento a Deus, lembrando-nos de que é Ele nosso início e nosso fim – e rezemos: “Jesus, Maria, eu Vos amo, salvai almas, e ajudai-me a viver para Deus.”

Rezemos o Terço do Amor, pelas Almas do Purgatório.

Para visitar: Santuário das Almas, de São Paulo.


web counter

Devoções