Ajude os sites LeiaMe!
Clique no botão para gerar um boleto com sua contribuição:

Semana Santa
Quinta-feira Santa: instituição da Eucaristia

“Minha filha, mimo eucarístico, estou ali, no Sacrário, naquela Hóstia pura, em corpo, alma e divindade, tal como estou aqui. Confia, Minha filha e esposa querida! Fala ao mundo deste mistério. Diz aos homens que se abeirem de Mim. Quero dar-Me a eles, muitas vezes, todos os dias, se for possível.
Que venham com os seus corações puros, muito puros e sequiosos. Se vierem ao Sacrário com as devidas disposições e rezarem o Rosário ou uma parte do Rosário, todos os dias, nada mais é preciso para que se afaste a Justiça de Deus. O Rosário, o Sacrário e as Minhas vítimas são suficientes, para que ao mundo seja dado o perdão e a paz. Quem vem ao Sacrário, vive puro. Quem vive à sombra da Minha bendita Mãe, vive da Sua Pureza.”

(Jesus à Bem-aventurada Alexandrina de Balasar)

      Eis a instituição do augusto Sacramento. Que momento! Soou a hora do amor; vai consumar-se a Páscoa mosaica; o Cordeiro verdadeiro vai substituir a figura; o Pão de vida, o Pão vivo, o Pão do Céu, substitui o maná do deserto...

      Tudo está pronto; os Apóstolos estão puros: Jesus acaba de lavar-lhes os pés. Jesus senta-se modestamente à mesa: é necessário comer a nova Páscoa assentado, no repouso de Deus.

      Faz-se grande silêncio: os Apóstolos acham-se atentos e olham.

      Jesus recolhe-se em si mesmo; toma o pão em suas santas e veneráveis mãos, ergue os olhos ao Céu, rende graças a seu Pai por esta hora tão desejada, estende a mão, abençoa o pão...

      E enquanto os Apóstolos, penetrados de respeito, não ousam perguntar o significado desses símbolos tão misteriosos, Jesus pronuncia as arrebatadoras palavras, tão poderosas quanto a palavra criadora:

“Tomai e comei, isto é o meu Corpo.
Tomai e bebei, isto é o meu Sangue.”

      Está consumado o mistério do amor. Jesus cumpriu a sua promessa. Nada mais tem a dar, senão sua vida mortal na Cruz; Ele a dará e ressuscitará para tornar-se nossa Hóstia perpétua de de propiciação, Hóstia de comunhão, Hóstia de adoração.

      O Céu acha-se arrebatado à vista desse mistério. A Santíssima Trindade o contempla com amor. Os anjos o adoram, tomados de admiração.

      E de que estremecimentos de raiva não são tomados os demônios nos infernos!...

      Sim, Senhor Jesus, tudo está consumado! Nada mais tendes para dar ao homem, para provar-lhe o vosso amor. Agora podeis morrer; não nos deixareis, nem pela morte. Vosso amor acha-se eternizado sobre a terra; voltai agora ao Céu de vossa glória, a Eucaristia será o Céu de vosso amor.

São Pedro Julião Eymard
O Santíssimo Sacramento

Louvor:

Canta, ó língua, o mistério do Corpo glorioso com seu precioso Sangue, que o Rei dos Povos - nobre Filho da mais nobre das mães! - verteu para resgate do mundo.

Ele se deu a nós, e por nosso amor nasceu da Virgem Imaculada. Vivendo neste mundo, espalhou a semente da verdade, e encerrou Sua vida mortal com uma excelsa maravilha:

Na noite da Última Ceia, ei-lo à mesa com seus irmãos: após cumprir toda a lei acerca da Ceia Pascal, com suas próprias mãos Se dá aos Doze em alimento!

O Verbo Encarnado converte, com sua palavra, o verdadeiro pão em Seu Corpo, e o vinho se torna Sangue de Cristo. Falham os sentidos, mas o garante a Fé, que por si é suficiente para firmar corações sinceros.

Meditação: Jesus é traído e preso.

“Esta é a vossa hora, e o poder das trevas.”

    - Então, o homem pecador tem a sua hora?
    - Sim..., e Deus a Sua eternidade!

(“Caminho”, São Josemaría Escrivá)

 


 

ATENÇÃO
A Novena à Divina Misericórdia começa amanhã, Sexta-feira Santa. Imprima a novena para não precisar acessar o site nestes dias santos.

Devoções