Ajude os sites LeiaMe!
Clique no botão para gerar um boleto com sua contribuição:

Terceira semana da Quaresma
Domingo: dia do Senhor!

      Louvemos a Deus Pai de Misericórdia!

“Repara que entranhas de misericórdia tem a justiça de Deus!
Porque, nos julgamentos humanos, castiga-se a quem confessa a sua culpa; e, no divino, perdoa-se.
Bendito seja o Santo Sacramento da Penitência!”

(São Josemaría Escrivá)

      Coloquemos nosso senso de justiça sob o Olhar de Deus: o que temos no coração, tantas vezes, é mesmo justiça ou sede de vingança?

      Quando desejamos que nosso agressor sofra para que sinta o quanto nos feriu, isso é vingança...

      Vejamos já no Antigo Testamento, quantas vezes Deus oferece oportunidades de conversão do povo, quantas vezes sua justa cólera é abrandada pela misericórdia.

      No Novo Testamento, Jesus revela totalmente: Deus é nosso Pai, e é esse o relacionamento que verdadeiramente temos com Ele. E se temos um mesmo Pai, somos verdadeiramente irmãos.

      E se esse Pai nos perdoa tão grandes dívidas, como podemos ousar cobrar com sofrimento e sangue a ofensa que recebemos dos irmãos? Somos mais justos do que Deus? Somos mais altos que o Altíssimo, para exigir uma reparação maior?

      Aprendamos a perdoar como Deus nos perdoa:

“Se o meu coração não fosse feito assim, já teria exterminado o mundo tantas vezes quantos os pecados que ele tem cometido!”

(Deus Pai a Madre Eugênia)

      Fala-se da lei do “olho por olho, dente por dente”: sim, está na Bíblia, porque o sentimento de justiça daquele tempo exigia uma reparação além do mal causado! Essa lei, chamada pena de talião, foi um grande avanço para o povo eleito: ensinou-os a não punir além do crime. E assim, os judeus começavam a caminhar no aprendizado da misericórdia, que seria plenamente revelada em Jesus.

      É tempo de aprendermos a misericórdia, se desejamos receber a misericórdia de Deus.

 

      Rezemos a oração Deus é meu Pai.

 


Devoções