Dias 19 de cada mês
consagrados a São José

É prática geralmente admitida entre os devotos de São José consagrar-lhe o dia 19 de cada mês. Além da comunhão, costumam fazer outras preces, podendo servir para esse fim as seguintes meditações mensais:

Vinde, Espírito Santo...

Oração Preparatória

Senhor meu Jesus Cristo, que tanto amor manifestastes a esse Varão justo, a quem na terra dáveis o nome de pai, e que vos gozais nos louvores que damos às virtudes que ele praticou, e às grandezas e privilégios com que vós mesmo o enriquecestes, fazei que conheçamos essas virtudes e que as pratiquemos.
Tentamos nestes cultos unir-nos a vosso coração agradecido, para com ele agradecer os benefícios que São José vos fez, e sobretudo os muitos que por sua intercessão temos nós recebido.
Virgem Santíssima, Esposa amantíssima e amadíssima de São José, Vós honrastes este grande Santo como ele merecia ser honrado, porque conhecíeis seus méritos e o muito que ele valia, e também porque com o trato contínuo com ele e com os serviços que vos fazia, tinha obrigado o vosso coração: fazei que eu conheça suas virtudes e que as imite, para me fazer digno de seu amor.
Ó glorioso Patriarca, pai nutrício de Jesus, Esposo de Maria, pelo amor que tivestes a estes dois entes queridos, suplico-vos que me alcanceis o amor de Deus, e uma devoção constante a estes meus queridos Jesus e Maria, e graça para aproveitar-me deste exercício.
Amém

DIA 19 DE AGOSTO
Meditação

A vida de São José

Ponto 1 - A vida de São JOsé foi bem aproveitada: não perdeu tempo. Era facilmente encontrado em casa, na oficina, no tempo; nunca, porém, em divertimentos. Uma morte feliz é o prêmio duma vida tão bem aproveitada. O tempo é o preço da eternidade.

Ponto 2 - A vida de São José foi uma vida atormentada. Foi vida de tristezas, de exílios, de temores, de pobreza e de martírios de coração, acompanhados das aflições inerentes à pobreza. Esses foram os degraus que levantaram São José tão alto na glória, passando antes pela morte dos justos.

Ponto 3 - A vida de São José foi vida feliz e origem duma morte felicíssima. O mundo chama infelizes os pobres. Deus chama-os bem-aventurados, como também aos que choram, aos que sofrem, aos perseguidos... e manifesta-lhes ser verdadeira sua palavra na paz da consciência... São José tinha Deus consigo emmeio de sua pobreza, por isso foi feliz em vida e agora é felicíssimo depois da morte.

Fruto - Em todas tuas ações pergunta-te: Que me aproveitará o que agora vou fazer para a eternidade?

Oração pedindo a saúde para um doente

Onipotente e poderosíssimo Senhor, que sois saúde eterna para todos os que crêem em Vós e de coração vos amam, escutai, pelos méritos de São José, pai adotivo de vosso Filho Jesus, as orações que vos dirigimos por este doente.

Pelo cuidado e diligência com que o Santo Esposo de Maria tratou da saúde e vida de Jesus, vos pedimos, que aparteis deste doente a doença que o aflige, e fazei que os remédios que lhe sejam aplicados produzam com eficácia o efeito desejado. Bem conhecemos que todos os remédios humanos nada podem sem Vós, autor e inspirador de todo conhecimento útil; em Vós, pois, pomos nossa confiança,e não seremos confundidos. Consolai, ó bom Jesus, este pobre doente que tanto sofre, assim como outrora vos consolou o glorioso São José, para que livre da doença que o atormenta, louve vossa misericórdia novamente.

ORAÇÃO FINAL

Felicíssimo Patriarca, tão ternamente amado de Jesus e de Maria, que vos manifestaram esse amor principalmente na morte soberanamente preciosa que tivestes. Que consolação a vossa, meu amantíssimo Protetor, quando nesse derradeiro instante, Jesus e Maria, assistindo a vosso lado, defenderam vossa alma dos insultos dos inimigos, e a levaram depois ao seio de Abraão!
Este instante espantoso há de chegar sem remédio para nós, e ainda na hora menos pensada: que será entã de nossas almas? Vossa vida inocente e as heróicas virtudes que praticastes, e sobretudo a presença de vossos queridos Jesus e Maria, vos deram essa preciosa tranqüilidade com que passastes deste mundo; mas que será de nós?
Iludidos pelos inimigos e pelas paixões, nos entregamos muitas vezes em suas mãos ofendendo a Jesus que nos há de julgar!
Ah! amantíssimo Protetor nosso, à vista duma vida tão pouco conforme à nossa fé, aguardamos com espanto a morte e a conta que depois dela nos espera! Ó pai e protetor nosso, nós sozinhos não ousaríamos aparecer nesse tão justo tribunal, onde é o mesmo Deus que nos há de julgar; vimos portanto pedir-vos, por vossa preciosíssima morte e por vosso felicíssimo trânsito, a vossa poderosíssima proteção agora, para que vivendo uma vida digna do título que levamos, mereçamos também vossa proteção e assistência na morte.
Manifestai, pai amantíssimo, vosso amor em nossa morte; protegei-nos então, protetor nosso eficacíssimo, para que morrendo em graça de Deus, vamos convosco à morada felicíssima dos justos gozar de Jesus e de Maria por toda uma eternidade.
Amém.

  Devoções