Devoção do Mês de Maio

Primeiro Dia

Oração Preparatória

Abri, Senhor, os nossos lábios, para que dignamente louvemos o Vosso Santo Nome, na veneração da Santíssima Virgem Maria. Purificai nossos corações de todos os pensamentos perversos, vãos e inúteis. Iluminai o nosso entendimento, inflamai a nossa vontade, para que possamos fazer a nossa oração com verdadeira humildade, firme confiança e fervorosa devoção e mereçamos ser atendidos e bem despachados perante o Augusto Trono da Vossa Divina Majestade. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. 
Amém.

Oração de Oferecimento

Virgem Santíssima, gloriosa Mãe de Deus, ó Maria! Eis-nos diante de Vós novamente reunidos para manifestar-Vos a nossa veneração e o nosso amor. Alegramo-nos pela alta dignidade e glória a Vós concedida pelo Deus todo-poderoso. Louvamos e bendizemos ao Senhor, por nos ter dado a Vós por Mãe, por ter adornado do mais perfeito amor o Vosso Puríssimo e Sagrado Coração. 

Consagramos a Vós, Virgem Santíssima, todos os dias deste mês e especialmente o dia de hoje. Hoje e sempre Vos escolhemos por nossa protetora e intercessora junto a Jesus, Vosso Filho. A Vós consagramos nosso coração, nosso corpo e nossa alma. Em Vossas mãos entregamos todas as nossas esperanças e consolações, todas as nossas aflições e tribulações. A Vós recomendamos a nossa vida inteira e em particular os últimos instantes dela. Mostrai ser nossa Mãe! Ao Vosso patrocínio recomendamos a Santa Igreja Católica, especialmente o Papa Francisco, todos os bispos, o clero secular e regular, e as benditas almas do purgatório. 

Compraza-se o Vosso carinhoso Coração nos nossos cânticos e piedosas orações. Juntamo-las neste mês às orações de todos os fiéis e aos louvores que os Anjos no Céu oferecem a Vós, sua amabilíssima Rainha. Alcançai-nos a graça, a maior de todas, de sermos fiéis a Vós e a Vosso Filho até a morte, para que possamos louvar e amar convosco no Céu a Jesus, Vosso Filho e a Santíssima Trindade, por todos os séculos dos séculos.  
Amém. 

 

 


Primeiro dia

Sobre os motivos para celebrar com muito fervor o mês de maio

1. Maria Santíssima possui em grau eminente as qualidades mais próprias para inspirar-nos os sentimentos da mais profunda veneração para consigo. 
Ela é a mais santa de todas as criaturas, obra prima das mãos de Deus, Rainha do Céu e da terra, Mãe e protetora dos cristãos, dispensadora de todas as graças. O título principal, porém, pelo que lhe são devidas as nossas homenagens e que excede tudo que o espírito humano pode compreender, é que ela é Mãe de Jesus, Nosso Salvador - é Mãe de Deus! 
Esta prerrogativa a torna superior a todos os Anjos e Santos e lhe dá os mais incontestáveis direitos à nossa veneração e ao nosso amor. "Amemos a Mãe de Deus", exclama São Bernardo, "amemo-la com todo o fervor de nossos corações, com toda a ternura dos nossos afetos, tributemos-lhe todas as honras devidas à maternidade divina." 
Com efeito, lembrando-nos de que Maria é Mãe do Criador, nunca teremos por excessivos os testemunhos de nossa veneração; nada nos será bastante para honrar aquela a quem o mesmo Deus tanto honrou. 
Consagremos, pois, este mês à Santíssima Virgem. Vamos todos os dias oferecer-lhe ao pé de seu altar os nossos louvores e o incenso de nosso amor. 

2. A devoção à Mãe de Deus em todos os séculos tem sido as delícias dos maiores Santos. Dentre eles, nenhum há que não a tenha amado com ternura e invocado com inabalável confiança. Impossível seria referir tudo que fizeram, disseram e asseveraram para celebrar as grandezas da Santíssima Virgem, para propagar e animar o seu culto, para aumentar o número dos seus devotos e para conquistar-lhe todos os corações. A devoção a Maria Santíssima foi, para todos os Bem-aventurados, um meio poderosíssimo da sua santificação. 
Imitemos o exemplo dos Santos 
Dediquemos à Mãe de Deus sempre uma constante veneração e especialmente neste mês não deixemos um só dia de tributar-lhe as nossas homenagens. 

3. São extraordinárias as vantagens da devoção a Maria. 
Muitas vezes se tem dito e nunca se poderá repetir demais, ser a devoção à Santíssima Virgem na opinião dos santos doutores a origem das mais abundantes graças, o feliz presságio de santidade e um dos mais seguros sinais da predestinação para o Céu. 
Nunca cessa esta Mãe celeste de se interessar pela salvação daqueles que a invocam, nem de alcançar-lhes os socorros necessários. 
Santo Anselmo diz que um verdadeiro servo de Maria não pode perecer eternamente. Não esqueçamos, porém, que o meio mais seguro para obter a sua poderosa proteção é uma vida religiosa e a imitação dos seus exemplos e das suas virtudes. 
Esforcemo-nos, pois, para passar este mês santamente, pratiquemos todos os dias alguma virtude por amor da nossa Mãe celeste.

 

 


Oração para o primeiro dia do mês de maio

Rainha do Céu e da terra, ó Maria! Indigníssimo como sou de aparecer em vossa presença, venho todavia prostrar-me a vossos pés, para oferecer-vos as primícias deste ditoso mês a vós consagrado. 
Ó minha Mãe santíssima e amabilíssima! Dignai-vos lançar sobre mim um olhar de bondade, Misericordiosíssima Virgem, sou o último dos vossos servos, mas pretendo ser um daqueles que com mais assiduidade e perseverança vos visitam durante este mês de graças e bênçãos. 
Sim, carinhosa Mãe, visitar-vos-ei o maior número de vezes que puder. Estarei todos os dias junto do vosso altar para bendizer-vos, louvar-vos, implorar a vossa proteção e mostrar-vos o meu amor. Vosso coração maternal, esse coração tão terno e tão compassivo não será insensível a estes meus esforços para agradar-vos, e me concederá neste mês, em toda a minha vida e particularmente na hora da minha morte, as graças e socorros de que preciso. 
Amém. 

Rezemos 3 Ave-Marias para obter uma grande devoção a Maria Santíssima.

Orações finais